.Posts Recentes :

. PREFÁCIO DO RELATÓRIO DO ...

. ARQUITECTURA COVILHANENSE...

. VOLTA A PORTUGAL DOS LIVR...

. REGIÃO DE TURISMO DA SERR...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

.Arquivos :

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Pesquisar neste Blog

 

.Uma Rádio feita só para ti

.tags

. todas as tags

.Apresentação de final de período

Sexta-feira, 16 de Novembro de 2007

CONFERÊNCIA DESCONTRAÍDA DOS SURREALHUMANITY

 

 

Muito Bom Dia a todos.

 

                Caros companheiros destas lides criativas, todos sabemos, de uma maneira ou de outra, que, depois deste dia, nada mais ficará como dantes. Referimo-nos, não somente, ao concurso propriamente dito, como também e acima de tudo, às nossas realidades locais onde, habitualmente, nos encontramos.

 

                O prazo previsto para as inscrições vê, agora, os seus dias contados. Por outro lado, decorre em Odivelas, a segunda sessão plenária para esclarecimentos e partilha de boas práticas, com assento experimental consumado. Daqui em diante, estamos todos por nossa conta.

 

                Seja como for, os SurrealHumanity, consideraram digno assumir, frontalmente, perante todas as equipas, mormente, junto da equipa supervisora, sem demagogias de maior, as suas ideias e convicções. Entendemos que, a filosofia subjacente ao nosso intento, exige de nós uma atitude coerente, do princípio ao fim ; por isso, não iremos vacilar, nem tão pouco recuar, receosos de eventuais “falaciosas partilhas” a acabar os seus dias, em plágio.

 

 Acontece que, se todos pensarmos num registo “orgulhosamente sós”, tememos poder vir a perder mais, do que a ganhar. A nossa esperança é que, cada uma das equipas se encontre consigo própria, siga a sua linha de rumo, em total liberdade, dispondo do máximo de informação que puder recolher, para depois, decidir aquilo que pretende, criativamente, fazer. Numa época tão peculiar como aquela que se aproxima, cremos que a partilha e a solidariedade, entre todos, só poderá fazer com que se enriqueça, ainda mais, o trabalho de cada uma das equipas. Através deste estimulante desafio competitivo, tentaremos debater-nos, com afinco e até ao fim, no sentido de criar um “cordão humano” , de gigantescas dimensões, que percorra, transversalmente, todo o nosso território, dando credibilidade institucional ao velho adágio popular : “A união faz a força”.

 

A ideia-mestra do nosso grupo é, para já, dar a conhecer quem somos e aquilo que almejamos conseguir, na esperança de mobilizar outros participantes e intervenientes na corrida, para, em ambiente de inter-ajuda sincera, podermos ser verdadeiros parceiros a vários níveis. A troca de ideias e de boas práticas, a partilha de informações de índole diversa e a permuta de sugestões personalizadas, acreditamos que possam trazer enormes benefícios a todos. Quem sabe se, esta união, que já baptizámos de Rede Criativa, possa vir a solicitar outro tipo de respostas, por parte da sociedade civil, ou mesmo, dos poderes locais.

 

Como é do conhecimento de todos, mormente, dos subscritores do Mailing List do concurso CCC, teve lugar, hoje, dia 16, a nossa (primeira) Conferência de Imprensa. Efectivamente, se puderem dispor de alguns minutos do vosso precioso tempo, a impressão com que, certamente, irão ficar, poderá induzir em falácia. Algumas brincadeiras e imperfeições do nosso vídeo, poderão levar, o visitante do nosso blogue, a considerar uma manifesta ausência de conteúdo, na abordagem seleccionada, para o efeito.

 

Todavia, na realidade, a nossa ideia vai, precisamente, no sentido contrário a essa leitura : se repararem bem, existe, no post referente a esse dia, uma larga reflexão, integrando dois ensaios de fundo, motivados por vários brainstormings, tidos em aprazíveis momentos de tertúlia, de modo que, é aí, que deverão procurar encontrar o verdadeiro conteúdo da nossa conferência. Sem dar azo a subterfúgios, temos de afirmar, categoricamente, que, se assim não fosse, o próprio vídeo, colocado on-line no YouTube, não iria atrair suficientes visitantes ao nosso habitat da Rede.

 

Pois bem, se, por definição, neste contexto, se entende por blogue o locus, materializado sob a forma de janela da nossa casa – portuguesa, com certeza -, que divulga, com regularidade e sequência lógica, todos os principais passos dados pelos grupos, ao longo da sua caminhada, é, tão somente, nesta vaga conceptual, que intentamos movimentarmo-nos

 

Honestamente, se forem analisar, com relativa atenção, as sucessivas intervenções dos vários elementos, irão constatar que algo fica a pairar no ar, passível de exigir melhores esclarecimentos. O objectivo é que o puzzle fique completo, depois, de passarem pelas nossas reflexões.

 

Para terminar, pedimos  a todos o favor de se manterem em contacto connosco, da forma que considerarem ser a mais adequada, entre outras coisas, para se poderem ir inteirando das actividades natalícias, pensadas para serem implementadas a muito curto prazo. Abrindo um pouco do véu, e de novo em rede, é nosso anseio propor, a toda a blogosfera, a nossa campanha de Natal, intitulada Natal nas Cidades (Caritativas).

 

                Renovamos os nossos cumprimentos cordiais e enviamos, daqui, um abraço, muito especial, à equipa que tem liderado esta iniciativa.

 

                Estamos convictos : estamos todos de parabéns.

 

O Grupo SurrealHumanity

 

VISITE O NOSSO BLOGUE : 

 http://surrealhumanity.blogs.sapo.pt   

OU A SUA EXPANSÃO NOSÍTIO : 

 http://surrealhumanityxxi.no.sapo.pt.

 

 

 

Sinto-me: CONTENTE POR VOS RECEBER !
Publicado por $urrealHumanity às 01:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
|

.Lloret de Mar

.Mais sobre mim

.Tu fazes parte deste número

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Favoritos :

. Apresentações CCC on the ...

.LinKs

blogs SAPO

.subscrever feeds