.Posts Recentes :

. PREFÁCIO DO RELATÓRIO DO ...

. ARQUITECTURA COVILHANENSE...

. VOLTA A PORTUGAL DOS LIVR...

. REGIÃO DE TURISMO DA SERR...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

.Arquivos :

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Pesquisar neste Blog

 

.Uma Rádio feita só para ti

.tags

. todas as tags

.Apresentação de final de período

Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

SURREAL EM COMUNICADO À APAV, EM DEFESA INCONDICIONAL DA VIDA HUMANA

COMUNICADO DOS SURREALHUMANITY DO TORTOSENDO

Tortosendo, 17 de Dezembro de 2007

 

 

 

 Externato de Nossa Senhora dos Remédios,   

                                                                      

                                                                Associação de Defesa e Apoio da Vida,

Rua Nova do Souto                                  Praça 8 de Maio,  42  -  2º , Sala B

6200-688 Tortosendo                                               3000 -300 Coimbra

 

 

 

 Excelentíssimo Senhor(a) Presidente da Associação de

Defesa e Apoio da Vida e digníssimos membros

representantes dos Órgãos Corporativos da Instituição,

 

 

vimos por este meio, em nome do estabelecimento de ensino a que temos o privilégio de pertencer a alguns anos, dar a conhecer, junto da vossa já consagrada e reconhecida instituição, a nossa mais que modesta e recente iniciativa, consertada num ambiente caloroso e polvilhado por grandes convicções repartidas por entre alunos e professores, no âmbito das actividades levadas a cabo pela Área Disciplinar de Educação Moral e Religiosa e Católica, tempos depois da tão apregoada “Vitória Incontestada do Sim”, alcançada  no derradeiro referendo relativo à interrupção voluntária da gravidez.

 

Sem margem para grandes surpresas e, estabelecido este novo vínculo de potencial legitimidade política, agora deixado à mercê da mais alta cátedra do poder vigente, seria de esperar que novos rostos legislativos tentassem irromper no horizonte das novas propostas admissíveis. Fora graças ao resultado expresso neste acto consultivo de Fevereiro último, - aliás, há muito aguardado por determinadas franjas e sectores da nossa sociedade civil  - que, de imediato, despertara em nós a vontade, de tudo fazer ao nosso alcance, para tentar contrabalançar algumas das presumíveis directrizes que, naturalmente, deveriam emanar dos recém-criados centros de decisão, ainda em plena fase embrionária e impregnados em alguma neblina conceptual.

 

Neste preciso sentido, todos nós considerámos adequado equacionar um pacote de novas medidas e alternativas, num prazo que não sucumbisse ao desprimor da negligência. Sabendo da existência de instituições privadas de solidariedade social de apoio à vida humana, meritoriamente conceituadas e consignadas sob o abrigo da lei, e não descurando a profunda admiração que nutrimos pelo exemplar trabalho desenvolvido em prole de baluartes que todos desejamos eternos, não pudemos deixar de dar o nosso simples contributo para esta enorme causa social do nosso país :  a elaboração de um humilde e colorido cartaz, com as cores vivas da pós-modernidade, cuja temática central aludisse e apelasse à descoberta do valor ilimitado da vida humana, e ao qual subjaz uma mensagem de esperança e de encorajamento às futuras mães, deixada pelos nossos embrenhados jovens.

 

Com o intuito de não cometer qualquer tipo de gaffe e de não infringir os limites do bom senso nem da sempre elegante cortesia, remetemos, em anexo à presente carta de recomendação, uma fotografia elucidativa do nosso trabalho, na esperança de que seja do vosso agrado e no atrevido reconforto de poder sonhar na efectiva possibilidade da sua utilização.

Por exemplo, no que se refere a uma maior aposta na divulgação das vossas iniciativas junto de alguns meios de comunicação social, e a título de ícone panfletário de uma ou outra eventual campanha publicitária, talvez pudesse ajudar-vos no que se prende com a sensibilização da opinião pública, em alguma área de intervenção mais prioritária.

 

Acreditamos, como é evidente, na qualidade da prestação dos vossos serviços e cuidados e na elevada idoneidade de todos aqueles que apadrinham, voluntariamente, todos os projectos e iniciativas com que, habitualmente, pautais o quotidiano da vossa excelência.

 

Pela parte que nos toca, só nos resta sonhar com a perpetuação da vossa instituição por muitos e bons anos, congratular-vos pelo gigantesco ombro amigo e profundamente humano que diariamente ofereceis, gratuitamente, a muitas mulheres - e respectivos companheiros, também - e jovens mães, que se sentem completamente desamparadas e carecendo de apoios reais para manter a força e a coragem necessárias para não desistir frente às adversidades e continuar firmes rumo à mais feliz das decisões e, deixar-vos aqui, apesar de ser muito pouco, - bem o sabemos, - o nosso sincero agradecimento face a todo o vosso infindável carinho e a toda a vossa inesgotável ternura.

 

Quiçá valha a pena fazer-vos um pedido, ou pelo menos, endereçar-vos um convite frontal : o de não esmorecer e não sucumbir face às mudanças que, imperiosamente, irão surgir num curto horizonte temporal e o de continuar a multiplicar novas sedes e filiais por todo o nosso território continental, de norte a sul. Também nós, em harmoniosa consonância com os vossos préstimos e propósitos, almejamos e continuaremos a almejar, no nosso hodierno viver, por uma vitória incontestada do sim.

 Mas claro, do FIAT À VIDA !  No fundo, o vosso Sim.

 

Na eventualidade de virmos a ser premiados com o galardão primoroso da vossa Associação, não poderemos deixar de manifestar a nossa ansiosa expectativa - é de sublinhar toda a enorme vaga de ansiedade alojada nos corações dos jovens, que tanta questão fizeram em envolver-se neste gesto de fé na humanidade - por acolher, de braços abertos, as vossas prezadas notícias e, eventualmente, por poder manter abertos canais de comunicação entre ambas as instituições tendo em vista outras plataformas de entendimento e de convergência quanto ao futuro que se avizinha.

 

 

        Subscrevemos, atenciosamente, sem mais,

            com os melhores cumprimentos,

 

                                           o Grupo SurrealHuamnity.

Post Sciptum : Brevemente, junto enviaremos o referido "logotipo".

Sinto-me: UM ACÉRRIMO DEFENSOR DA VIDA
Publicado por $urrealHumanity às 13:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
|

.Lloret de Mar

.Mais sobre mim

.Tu fazes parte deste número

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Favoritos :

. Apresentações CCC on the ...

.LinKs

blogs SAPO

.subscrever feeds