.Posts Recentes :

. PREFÁCIO DO RELATÓRIO DO ...

. ARQUITECTURA COVILHANENSE...

. VOLTA A PORTUGAL DOS LIVR...

. REGIÃO DE TURISMO DA SERR...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

.Arquivos :

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Pesquisar neste Blog

 

.Uma Rádio feita só para ti

.tags

. todas as tags

.Apresentação de final de período

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

FRIBURGO, CIDADES SURREAIS : BOAS PRÁTICAS A NÃO DESCURAR

 

 

 

 MARTIN HEIDEGGER DETEVE A CÁTEDRA DE HUSSERL, ALGURES POR AQUI...

 

                                  

                                   CIDADE SURREAL  :    FRIBURGO

 

    

     A partir dos anos sessenta , a cidade de Friburgo tem vindo a desenvolver uma política "verde" relativamente ao tráfego automóvel, dando preponderância a outros meios de transporte, tais como eléctricos, bicicletas e, claro está, aos peões.

   

 A "zona histórica" desenvolveu-se através de áreas pedonais atractivas. As ruas interiores interligam-se, arquitectonicamente, mediante um antigo sistema de canais de água, que circulam pelas ruas. O elemento água surge, em toda a cidade, como algo de catalisador, que só vem valorizar, ainda mais, o espaço público envolvente.

    

       Esta cidade é um exemplo de cidade solar a ser seguido em todo o mundo. Sedia a maior feira de energia solar do mundo, a Intersolar.

      A origem da cidade solar de Friburgo é muito interessante: debates sobre a construção de uma central nuclear na região, ainda na década de 70, contribuíram, profundamente, para transformar a política energética da comunidade. Foi, assim, que, pouco a pouco, esta cidade foi dando ênfase à utilização de energias renováveis e à eficiência energética. Em 1996, o Conselho da Cidade adoptou um plano de proteção do clima global, passando a inserir os aspectos ecológicos no desenvolvimento da comunidade.

 

 

 

      De acordo com este plano de proteção do clima, a energia solar térmica poderia contribuir tanto quanto as outras fontes renováveis de energia, evitando a emissão de mais de 160.000 toneladas de dióxido de carbono, por ano, na atmosfera. Para incentivar o uso da energia solar térmica, um plano com quinze recomendações foi elaborado e implantado, pelo conselho da cidade.

     

        O conselho da cidade e a companhia de energia de Friburgo são ambos responsáveis pela implementação do Programa Municipal de energia solar. Os consumidores estão próximos da companhia de energia e o conselho da cidade pode agir junto do sector de habitação, bem como, na tomada de decisões políticas.


Sinto-me: COM FRIO. SOU BRUGO, MAS VERDE
Publicado por $urrealHumanity às 19:11
Link do post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

.Lloret de Mar

.Mais sobre mim

.Tu fazes parte deste número

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Favoritos :

. Apresentações CCC on the ...

.LinKs

blogs SAPO

.subscrever feeds