.Posts Recentes :

. PREFÁCIO DO RELATÓRIO DO ...

. ARQUITECTURA COVILHANENSE...

. VOLTA A PORTUGAL DOS LIVR...

. REGIÃO DE TURISMO DA SERR...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

. EXCERTOS DA PRODUÇÃO LITE...

.Arquivos :

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Pesquisar neste Blog

 

.tags

. todas as tags

Segunda-feira, 7 de Abril de 2008

BELMONTE DESEJOSA POR RECUPERAR CAMINHO DE SÃO TIAGO, EM BUSCA DE UMA NOVA IMAGEM DE MARCA

 

CENTRO DE INTERPRETAÇÃO DE SANTIAGO

VAI SER INAUGURADO NESTA BELA TERRA DOS CABRAIS

Na próxima sexta-feira, dia 11 de Abril, irão iniciar-se as II Jornadas do Património da Terra dos Cabrais, nas quais se espera poder vir a debater, com afinco e base académica sustentada, em conjunto com os habitantes locais que queiram tomar parte integrante do debate, a legitimidade da feliz coincidência entre o traçado da "Viação Romana" e os Caminhos de Santiago da Beira Interior.

Aguarda-se, com alguma ansiedade,  a chegada de, pelo menos, uma dezena de estudiodos e de investigadores portugueses e espanhóis, entendidas na mátéria, de quem se acredita poder ouvir boas notícias. Tal expectativa é, segundo alguns testemunhos oculares no local, enorme da parte da população de Belmonte, sobretudo no que se refere aos autarcas, que têm lutado imenso para recuperar a vitalidade da cidade de outrora, na procura dos seus mais recônditos mistérios e redescoberta dos seus registos arqueológicos únicos.

Os SurrealHumanity têm acompanhado, dentro das suas possibilidades, os últimos acontecimentos ; recorde-se, a este propósito, o Vídeo por nós produzido e recentemente divulgado pelo CCC, na última Newsletter do concurso.

Acreditem : Belmonte merece !

Sabemos, também, que os principais responsáveis e representantes dos interesses das gentes locais, se encontram em fase de acérrima negociação com algumas empresas especializadas na promoção, divulgação e marketing de um novo cartaz turístico e de uma nova imagem de marca. Os rumores que se têm ouvido apontam no sentido de uma revitalização assumida da História e da Mística, da muito cobiçada Terra dos Cabrais.

Desta vez, graças à preserverança e ao exemplar profissionalismo da Arqueóloga Elisabete Robalo, - segundo noticia  o Jornal do Fundão, na interpelação pelo jornalista F. Castro - "(...) numa conversa com Cáceres, nasceu a ideia de averiguar se Belmonte teria estado nos Caminhos de Santiago".

Assume que, até ao momento, "não foram encontrados vestígios de nenhuma via, mas por Belmonte ou pelos seus arredores passaria a estrada romana que, na Idade Média, ligava Emerita (actual Mérida) a Bracara (a Braga de hoje)." Contudo, mantendo todo o seu aclarado optimismo, é da opinião de que fará algum sentido pensar dessa forma, até porque " se os peregrinos utilizavam a rede viária, então, existente, parece lógico supor que a usavam nas suas visitas a Compostela(...)".

A juntar a este argumento de peso, Elisabete Robalo não deixa de nos surpreender, apresentando-nos outros deliciosos recortes e pormenores, certamente, inexistentes para os olhares menos atentos dos visitantes do vastíssimo património de Belmonte :

existe, neste local, uma bonita igreja de traça românica, datada do período 1100 a 1200 d.C., com o nome do Apóstolo Tiago, o Maior, - um dos três privilegiados que assisitiram à Transfiguração do Senhor, no Monte Tabor, cf. Mc 3 , 13 -, em cujo anexo, no decurso do século XV, foram instalados os túmulos dos Cabrais - tal qual consta do Vídeo que realizámos -, que figura, também, numa pintura mural seiscentina, ladeado por Maria e por Pedro ;

acresce, ainda, um facto, passível de ser, facilmente, confirmado pelos turistas mais apreciadores deste tipo de temáticas, muito interessante, trata-se de uma vieira esculpida, de estilo renascença, na base do púlpito de granito da referida igreja, em forma de uma concha que seria utilizada, pelos peregrinos, para sacierem a sua sede, no decorrer das suas longas caminhadas, junto das fontes.

Vejam, aqui, a nova marca de Belmonte, num espectacular vídeo/spot publicitário de promoção do património local !

Como é natural neste tipo de situações quase milagreiras para o senso comum, os mais cépticos preferem "ficar de pé atràs" : seja como for, a verdade é que Fátima continua a acolher, todos os anos, milhares e milhares de fiéis e de peregrinos envoltos em esperança.

Cada vez mais se torna evidente um regresso ao "mistério da peregrinação", uma espécie de busca renovada do sentido da vida, fora dos parâmetros societais vigentes, visivelmente desgastados, obsoletos e humanamente inertes.

Não fora só, na Idade Média, e em Santiago de Compostela, que as lendas hagiográficas tomaram as rédeas da fé  - no caso, da passagem e apostolado de Tiago, o Maior, pelas terras da, então, Hispânia -, lançando o convite irrecusável a centenas de almas peregrinas - do latim, "alma que atravessa os campos". Também, nos dias que correm, a procura subsiste, veja-se a Via da Prata, por exemplo ; o mesmo acontecendo com o Caminho Aragonês ; o Caminho Navarro ; o célebre Caminho Francês ; etc.

Os SurrealHumanity, enquanto admiradores fervorosos do Turismo Educativo, com todas as garantias e mais alguma que fosse, obviamente, gostariam de se associar, no âmbito do seu ideal regional de entendimento mais amplo entre os sectores da Educação e da Cultura de toda a Beira Interior, à dinamização deste epifenómeno vivido na terra que viu nascer o portentoso Pedro Álvares Cabral.

Além da forte ligação ao Brasil e de uma eventual parceria cultural trans-ibérica a vislumbrar no horizonte, é de acreditar que, a par destes novos desenvolvimentos bem sucedidos, os autarcas e agentes locais se mobilizem, seriamente, para reabilitar as imediações destes caminhos, começando por recuperar velhas habitações, fontanários e algum artesanato e tradições locais, por forma a criar condições óptimas aos peregrinos, transeuntes e visitantes.

Da nossa parte, seria desejável que as escolas da nossa região fossem, devidamente, sensibilizadas para a necessidade de incutir, no espírito das crianças e jovens, a importância fulcral que a preservação do património material e imaterial local representa para o devir das próximas gerações. Se não os incentivarmos e ensinarmos a admirar aquilo qu, realmente, os deve caracterizar, enquanto veículos portadores de Cultura, corremos o sério risco de contribuir para a aceleração do demantelamento do Interior e de tudo a que a ele está, intrinsecamente, associado.

Remetemos, pois, a velha questão existencial : Se não formos nós, pelo menos, a gostar de nós próprios, quem gostará ?

À boa maneira dos grandes pedagogos portugueses, no qual inserimos o saudoso Padre Manuel Antunes, também nós, desejamos que a Educação viva de braços dados com a Cultura, de onde deve brotar.

Quiçá, valha a pena pensar nisto ...

Sinto-me: BELO MONTE DE VALORES E IDEIAS
tags:
Publicado por $urrealHumanity às 11:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

.Lloret de Mar

.Mais sobre mim

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Favoritos :

. Apresentações CCC on the ...

.LinKs

blogs SAPO

.subscrever feeds